Arquivo da tag: PM

Iminência de despejo forçado em 5 ocupações em Timóteo, no Vale do Aço, MG.

 

Fomos informados durante a madrugada de hoje, quinta-feira, dia 19/07/2012, que a Polícia Militar de MG cercou todas as 5 ocupações urbanas, em Timóteo, MG. São cerca de 600 famílias sem-terra e sem-casa, que ocuparam terrenos abandonados da Prefeitura, porque não suportam mais pagar aluguel e nem sobreviver na humilhação de favor.

Há um agravo tramitando no TJMG que suspendeu uma Liminar de reintegração de posse. Mesmo assim, uma juíza lá de Timóteo, de forma muita estranha concedeu outra liminar de reintegração de posse dando prazo de 15 dias para se fazer o despejo. Como pode uma juíza de 1ª instância decidir sobre algo que tramita na 2ª instância no TJMG? Mais: Se a juíza deu 15 dias de prazo, por que a PM já no 2º dia cercou e sitiou as comunidades?

Os advogados e a Defensoria Pública de MG vão recorrer judicialmente dessa decisão. Clamamos para que a PM espere uma nova decisão do TJMG.

Há sérios riscos de massacre, pois o povo não tem para onde ir. Estão dispostos a resistir.

Pedimos, clamamos e imploramos por respeito à dignidade humana, por diálogo e que as 600 famílias não sejam despejadas enquanto não se encontrar uma saída negociada e justa. Despejar 600 famílias sem alternativa digna?

O prefeito de Timóteo, o governo estadual e a Dilma não fizeram nenhuma casa popular pelo Programa Minha Casa minha Vida em Timóteo para famílias de zero a três salários. O déficit habitacional em Timóteo é muito grande.

Com polícia, com repressão, o grave problema social será agravado dez vezes mais. É assim que se fabrica criminosos. Não se respeita a dignidade humana dos pobres e depois vai exigir que os pobres respeitem a dignidade de outros?

Ai de vós que perpetrais sempre a opressão, pisando nos pobres, humilhando e massacrando.

Problema social não se resolve jamais com polícia, com repressão. Problema social se resolve de forma justa é com Política, no caso, política habitacional séria. Basta de empurrar os pobres para a marginalização.

Em nome das crianças, dos idosos, dos deficientes, clamo às autoridades para que retomem a sensatez e impeça o despejo. E clamo aos/às jornalistas para que dêem cobertura séria/idônea ao conflito social grave que ocorrem em Timóteo, MG, para que não aconteça outro “Pinheirinho” (massacre), em MG.Frei Gilvander Moreira

CONTATOS para maiores informações nas seis Ocupações, em Timóteo:

a) com Ana de Souza (adv.), cel.: 31 9231 4929; b) com Dr. Joviano Mayer (adv.), cel.: 031 9477 4227. c) com Cleunice, cel.: 31 8529 2378; e) com Eliene, cel.: 31 8516 6538; f) com Jaldemir, cel.: 31 9131 8341.
No Passa Palavra

Postado por 

Anúncios

Não se pode protestar… e se for preciso a PM atua “preventivamente”!

Sobre a invasão do Campus do Gragoatá\UFF pela Polícia Militar.

No dia 1 de março, por volta das 11h da manhã, estudantes e servidores foram surpreendidos pela invasão de uma viatura da PM (12ª BPM) ao campus do Gragoatá, Universidade Federal Fluminense. De acordo com a Constituição, a Polícia Militar não tem permissão para atuar em território federal, cabendo somente à Polícia Federal tal responsabilidade. Além de invadir o Campus da Universidade, os PM’s também invadiram as salas dos Diretórios Acadêmicos de Ciências Sociais e de Filosofia. Os militares justificaram a ação a partir de uma suposta denuncia anônima de que no local haveria drogas e coquetéis molotovs preparados pelas “lideranças” da manifestação contra o aumento da tarifa das barcas, que ocorrera pouco antes na Praça Araribóia. Cabe destacar que os PM’s entraram acompanhados por um responsável pela segurança do Campus.

Várias intimações foram Continuar lendo

Rodas não é Rodas, Rodas é Serra…

A intenção na medida nada convencional de Serra parece agora bastante clara: uma das missões do novo reitor seria a de administrar a universidade com mão-de-ferro, procurando minar a todo custo qualquer mobilização de caráter mais radical, a exemplo da ocupação da reitoria da USP de 2007 e da greve de servidores de 2009.

http://diarioliberdade.org/index.php?option=com_content&view=article&id=24833%3Ausp-porque-estamos-tomando-um-baile-de-rodas&catid=262%3Abatalha-de-ideias&Itemid=131

Acesse o link acima e saiba mais…

Com 18 milhões poderiam ter resolvido 20% da demanda de Pinheirinho… mas esta parte foi desperdiçada.

 

http://mariadapenhaneles.blogspot.com/2012/01/ecos-do-pinheirinho-operacao.html

PM de SP zomba da sociedade

Inadimissível essa zombaria da PM em relação aos fatos ocorridos em São José dos Campos.

Além disto, por que este texto que reitera a visão que favorece ao senhor Naji Nahas. O que tem a PM de publicar ou difundir opinião em relação à política.