Arquivo da tag: Serra

Rodas não é Rodas, Rodas é Serra…

A intenção na medida nada convencional de Serra parece agora bastante clara: uma das missões do novo reitor seria a de administrar a universidade com mão-de-ferro, procurando minar a todo custo qualquer mobilização de caráter mais radical, a exemplo da ocupação da reitoria da USP de 2007 e da greve de servidores de 2009.

http://diarioliberdade.org/index.php?option=com_content&view=article&id=24833%3Ausp-porque-estamos-tomando-um-baile-de-rodas&catid=262%3Abatalha-de-ideias&Itemid=131

Acesse o link acima e saiba mais…

Anúncios

Privatas do Caribe

Naji Serras o amigo do Dantas

CESP Serra e Naji Nahas juntos na Privataria Tucana

http://www.luisnassif.com/forum/topics/naji-robert-nahas-privataria-tucana-a-cesp-e-a-a-o-dos-tr-s-1?xg_source=activity

Serra e Nahas – informações privilegiadas n’A Privataria Tucana

Quando o PIG começa a analisar(-se)

FIZ ESTA POSTAGEM em novembro de 2010, agora vejo que não estava errado em detectar este movimento. No Blog da Cidadania, Edu detecta o fenômeno.

Para ler o artigo de Paulo Moreira Leite acesse:

http://colunas.epoca.globo.com/paulomoreiraleite/2010/11/03/2014-e-o-fantasma-necessario-da-oposicao/

TRECHOS:

Dilma sempre viveu em gabinetes, fez projetos, dirigiu equipes e definiu prioridades. Tem  capacidade para discutir idéias, cultivou o hábito de fazer discussões acaloradas e gosta de testar argumentos.”

“O que quero dizer é que ela tem mais preparo para governar do que para ganhar votos. Está mais à vontade nessas tarefas.”

“O problema da visão sobre 2014 é que ela representa a continuidade do mesmo erro que a oposição cometeu em 2010, numa campanha onde acabou derrotada por 12 mihões de votos.”

“Num esforço para diminuir a candidatura de Dilma, minimizar eventuais competências e a experiência acumulada por quem passou oito anos como ministra, a oposição insistiu em tratá-la como um simples ventríloquo do presidente, incapaz de formular respostas políticas nem oferecer explicações técnicas com  conhecimento de causa.”

Enfim, vale a pena ler esta análise, que se fosse a regra das análises durante a eleição, teríamos tido a oportunidade de aprofundar questões, pois notar-se-ia a inutilidade de uma oposição burra e a necessidade de uma oposição inteligente.

Razão de votos de Dilma e Serra em cada Estado

Como explicar tais disparidades? O nordeste talvez seja por reconhecer que finalmente algum governo se dignou a olhar por ele. A investir recursos, seja na minimização da pobreza, através de programas tais como o bolsa família, seja no estímulo ao desenvolvimento da região.

Mas, e o comportamento da região Norte? apresentando as maiores amplitudes de diferença, especialmente se compararmos Acre e Amazonas.