Canal Livre – FUNPRESP

Cândido Vacarezza (PT) e dep. André Figueiredo (PDT)

……

Primeira informação pertinente…. os militares representando 50% aproximadamente do déficit (se há!) não entram nesta lei. Esta eu ainda não sabia…. os militares estão preservados.

…..

Não há uma concordância do tamanho do “suposto” déficit….60% ou 50%…

O dep. André (PDT) informa que o servidor passa a não contribuir em 12%, e isto muda, finda. E o cálculo não foi feito. Isto vai ser um problema.

O Estado Brasileiro precisa reformar a previdência, mas não pode repetir o que ocorreu na Argentina, que faliu.

Candido Vacarezza – Contesta. Informa o número de trabalhadores na ativa e aposentados. Informa que os cálculos dão conta que o Brasil aguenta 20 anos, ao menos.

Os jornalista dizem que ninguém conhece estes estudos – cálculos.

….

Os jornalistas questionam por que o Governo faz a toque de caixa.

Ao que o dep. Candido discorda e diz que desde 2003 já estava em debate. O dep. Candido Vacarezza é de opinião que a discussão é antiga.

Mas, parece que ninguém concorda que tenha havido esta discussão.

….

Fala do sindicato: CONTRA. Fala que haverá desistímulo. E informa da questão dos militares. E diz que se há rombo, ele opina que haverá piora neste rombo.

.

Dep. Candido Vacarezza diz que há debate desde 2007 de forma intensa. E diz que o conteúdo da fala do sindicato é furado. Fala que não pode se falar que o rombo é pequeno. Passa a falar do sucesso da PREVI.

Quanto que o BB banca da PREVI? e Vacarezza diz que o Estado banca mais que o BB.

Fala, Vacarezza, da sessão em que houve discussão. Critica o nível. Diz que não houve

Dep. André: Foi limitado o acesso às galerias. O que inibiu a manifestação popular. Diz que só houve uma discussão em comissão. Muito limitada. (Vacarezza atrapalha… fala ao mesmo tempo).

Dep. Andrè (PDT): fala que há uma incognita. O sevidor não sabe quanto irá receber. Fala de aumento no déficit.

Os jornalista dizem que o Senado ainda vai discutir. Mas será uma discussão muito rápida.

O dep. André fala que foram legitimamente derrotados. Fala que há desrespeito à lei de responsabilidade fiscal.

….

Dep. Vacarezza fala que não dava. Teria que aprovar um orçamento para um fundo que ainda não existiria. Vacarezza fala que a coisa vai acontencer paulatinamente, não vai haver atropelamento.

POR QUE OS MILITARES NÃO PARTICIPAM?

Vacarezza: o entendimento foi que a situação do militares é diferente. O militar muda de estado, e até de País… pode ser mandado para lugares diferentes…. ou seja, tem uma natureza diferente o militar, não sendo igual ao civil. Pode até haver discussão no futuro. Se tratassemos igual não seria justo.

JORNALISTA: a lei deveria considerar o militar um servidor especial.

INTERVALO.

CUT: Contrário ao projeto. Não há necessidade do projeto. Não há déficit. Nos próximos 30 anos, a União teria que despender recursos para um fundo privado. O trabalhador sabe com quanto vai contribuir mas não sabe quanto vai receber. Quem dita é o mercado, sem segurança garantida pelo Governo.

VACAREZZA: O dinheiro vai ficar no fundo. O trabalhador e o Estado tem uma contribuição definida, e os recursos serão aplicados no mercado. E o rendimento de trinta anos vai começar a pagar os aposentados. Depende da gestão. Ia ser tercerizado ou de auto-gestão.

Para o dep. André é certeza que o ganho vai ser menor que o atual. O FUNPRESP com 4-6% vai render menos do que é garantido hoje. O Estado sempre teve que garantir o ganho dos trabalhadores. Se acontecer como aconteceu com outros exemplos, será péssimo.

Dep. Vacarezza tenta dizer que não há problema. Não está convencendo. (OPINIÃO DO PIG – ESTE BLOG).

Vacarezza diz que há uma contribuição extra do Estado que vai gerar um bom rendimento.

O Dep. André fala que o servidor agora vai sair perdendo.

O dep. Vacarezza faz cálculos e diz que a aplicação vai garantir o futuro. Diz que o fato de ser aplicado é a garantia de ganho. (ME PARECE UM ABSURDO).

O Dep. André diz que o prazo foi custo para aprovar o FUNPRESP. Diz que não houve debate. Ao que Vacarezza nega.

(Sinceramente o blog PIG está achando o dep. Vacarezza arrogante.)

JORNALISTA. O Governo vai pegar os recurso e colocar nas mãos de instituições financeiros… ao que Vacarezza diz que é bom.

A TAXA DE ADMINISTRAÇÃO não está informada não está prevista, diz o dep. André (PDT).

INTERVALO.

UM possível ROMBO seria coberto por quem?

DEP ANDRÉ: o servidor. Informa que o salário médio do servidor federal é de R$ 3.200,oo…

dep. Vacarezza: DIZ que o fundo é bom… e que os funcionários devem fiscalizar a administração do fundo. Se não houver boa administração.

.

OPINIÃO DO BLOG PIG.

CONTRA. O QUE FICOU CLARO É QUE OS TRABALHADORES IRÃO PERDER E OS OS BENEFICIÁRIOS SERÃO OUTROS.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s