Eh, não tenho o direito de ser professor!

Sou cirurgião-dentista. Tenho mestrado. Tenho doutorado. E gosto de ser professor (ou como prefiro educador). Atualmente estou com carga horária pequena, apenas 20 horas semanais dentro de sala de aula. Eu disse “dentro da sala de aula”. O salário? R$ 2.000,00.

É uma faculdade privada. Isto mesmo. Privada.

Minha mulher me pergunta: por que você não monta de uma vez um consultório?

É… ou melhor, em tempo de facebook, eh….  portanto, eh, ela deve ter razão. Não tenho o direito de ser professor!

Do blog VI O MUNDO, de Luiz Carlos Azenha faço o seguinte recorte:

Diante dessa afirmação, o jornalista, e, claro, os ouvintes, quiseram saber o valor desses salários. “Em meio período (20h), o professor ganha cerca de R$ 1.360. Em dois turnos (40h), o dobro” – respondeu o secretário. Estava encerrada a entrevista.

Tenho uma faxineira que nem sei se tem instrução primária. Chegou à minha casa indicada por amigos por seus méritos pessoais. Trabalha seis horas por semana, com direito a auxílio transporte, café da manhã, lanche, almoço e banho no final do expediente.

Não lava ou passa roupas, não cozinha, apenas faz a manutenção semanal do meu apartamento. Pago com satisfação R$ 85,00 por visita. Em um rápido cálculo verifiquei que, trabalhando cinco dias por semana, seu salário líquido era superior ao de um professor da segunda capital do Brasil a melhor pagar seus educadores.”

Visite:

http://www.viomundo.com.br/politica/o-salario-de-professor-e-os-herois-da-midia.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s